Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

DEIXAR DE CONSUMIR PAPEL POR UM DIA SALVARIA 11 MILHÕES DE ÁRVORES

por Mäyjo, em 31.10.15

Deixar de consumir papel por um dia salvaria 11 milhões de árvores

É bastante fácil salvar 11 milhões de árvores em todo o mundo, explica um relatório da AIIM: basta pedir a todos os cidadãos do globo para deixarem de consumir papel durante um único dia.

Os números desta hipotética e banal acção são impressionantes, mas o estudo Paper Wars 2014, disponibilizado este mês pela AIIM – The Global Community of Information Professionals, coloca em cima da mesa este e outros detalhes específicos da indústria do papel.

De acordo com o estudo, uma em cada cinco organizações – 21% – assumem que têm aumentado o seu consumo de papel. Por outro lado, cerca de 10 litros de água são necessários para fazer uma única folha de papel A4 – algo inacreditável quando a água é o recurso mais procurado e escasso do mundo.

O relatório alerta ainda que reciclar uma tonelada de papel poupa cerca de 2.500 litros de petróleo, 26.500 litros de água e 17 árvores, mas 50% dos resíduos criados por um negócio ainda são maioritariamente papéis.

Finalmente, dois últimos dados bastante curiosos. Diz o estudo que uma edição de domingo do The New York Times é suficiente para abater 75 mil árvores, e que cada árvore produz oxigénio suficiente para que três pessoas possam respirar.

“É surpreendente que, num mundo cada vez mais digital, o papel ainda domine o ambiente do escritório”, explica o agregador de sustentabilidade Edie. De acordo com o site, quase quatro mil milhões de árvores são cortadas, todos os anos, para fornecer 300 milhões de toneladas de papel para os negócios e famílias.

“Se o mundo inteiro deixasse de utilizar papel por um único dia, poderíamos poupar cerca de 821.918 toneladas de papel, o equivalente a 11 milhões de belas árvores. E é isso que queremos fazer, que o mundo deixe de utilizar papel durante 24 horas”, explicou Doug Miles, director de market intelligence da AIIM.

Fique com 6 dicas para reduzir o consumo de papel.

Foto: Brad Greenlee / Creative Commons

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:48

A EMPRESA DE EMBALAGENS QUE UTILIZA 74% DE MATÉRIAS-PRIMAS RECICLADAS

por Mäyjo, em 04.09.15

Smurfit-Kappa_SAPO

“A sustentabilidade é uma vantagem competitiva para o nosso negócio”. A frase pode parecer batida, como diz a música do Sérgio Godinho, mas poucas empresas se podem gabar de ter esta realidade dentro de portas.

A frase também faz parte do relatório de sustentabilidade de 2014 da Smurfit kappa, fabricante de embalagens de origem irlandesa que emprega 43.000 pessoas em 33 países e teve vendas de €8,1 mil milhões no ano passado.

Segundo o relatório, a empresa garante que o papel é reciclado até ao seu limite – entre oito a 10 vezes antes de se desintegrar. Antes disso, ele é utilizado de formas inovadoras. “Ao reduzir o nosso impacto no ambiente, das matérias-primas que usamos e através do nosso design optimista há cada vez mais embalagens sustentáveis [no mercado] e os nossos clientes podem fazer uma escolha mais positiva quando têm a Smurfit Kappa como fornecedor”, continua a empresa.

Segundo a empresa, todo o seu negócio foi reformulado à volta do modelo da economia circular, o que possibilitou a redução do custo dos materiais, aumento da resiliência dos recursos e redução das emissões de CO2.

No ano passado, as matérias-primas recicladas foram responsáveis por 74% do papel da empresa. Quando o papel já não pode ser reciclado, ele é incinerado para gerar energia ou utilizado na agricultura.

Por outro lado, avança o Edie, quase um terço das fábricas da empresa não enviaram resíduos para as lixeiras, em 2014, enquanto uma delas, em Roermond, Holanda, identificou utilidade para 99,5% de todos os seus resíduos.

Finalmente, a empresa também abraçou o conceito de logística revertida, através de um esquema simples com um fabricante de gelados francês. Assim, os velhos cartões são recolhidos quando chegam as novas encomendas – estes papéis e cartões regressam depois à Smurfit Kappa para serem reciclados e reutilizados.

Todas as medidas desenvolvidas pela Smurfit Kappa nos últimos anos levaram a empresa a reduzir as emissões por tonelada de papel produzido em 21% desde 2005. O total de água gasto também decresceu 3% entre 2013 e 2014.

Este artigo faz parte de um trabalho especial sobre Resíduos, publicado durante o mês de Junho e promovido pela Sociedade Ponto Verde.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:03

Reino Unido quer eliminar a documentos em papel para reduzir o desperdício

por Mäyjo, em 16.09.13

Reino Unido quer eliminar a documentos em papel para reduzir o desperdício

O think thank Policy Exchange afirmou, num relatório, que o governo britânico está a desperdiçar milhares de milhões de libras ao trabalhar com documentação em papel nos seus serviços públicos. No artigo pode ler-se que, de modo a “transportar o governo para a era digital”, todas as suas actividades devem ser digitalizadas, eliminando-se o uso do papel.

O relatório destaca os resíduos envolvidos em operações como o Crown Prosecution Service, que imprime um milhão de folhas diariamente, e outras agências que imprimem formulários que poderiam ser totalmente digitalizados. Adoptar esta recomendação poderia levar a uma poupança de €83 mil milhões (R$ 250 mil milhões) até 2020.

Uma total transformação do governo para as tecnologias digitais também permitiria pôr fim ao fosso de produtividade entre os sectores público e privado, acrescenta o relatório. Segundo oEdie, o ministro do Cabinet Office, Francis Maude, diz que o relatório reconhece o “potencial extraordinário” desta alternativa.

“Estimamos que a mudança das transacções do governo para canais digitais possa economizar €1,4 mil milhões (R$ 4,3 mil milhões) até 2015. Isso proporcionará um melhor valor para as famílias trabalhadoras e melhores serviços públicos criados em torno das necessidades dos utilizadores. No futuro, todos os serviços do governo serão mais rápidos, práticos, ágeis e digitais”, disse Maude.

O director da Policy Exchange e autor do relatório, Chris Yiu, defende que “a mudança para o digital em tudo o que o governo faz geraria uma poupança de milhares de milhões de libras que poderiam ser usadas para reduzir o défice ou melhorar os serviços públicos”.

Uma pesquisa encomendada pela Two Sides, iniciativa que visa promover a produção e o uso responsável de impressões e papel por empresas da cadeia de fornecimento de comunicações gráficas, descobriu que 54% das empresas concorda que os registos em papel são mais sustentáveis e 68% entende que as impressões “são baseadas num recurso renovável”.

 

in: Green Savers

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:05


Este blog disponibiliza informação com utilidade para quem se interessa por Geografia. Pode também ajudar alunos que por vezes andam por aí desesperados em vésperas de teste, e não só, sem saber o que fazer...

Mais sobre mim

foto do autor


Siga-nos no Facebook

Geografando no Facebook

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Abril 2020

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D